Brasão da Alepe

Substitutivo 1/2022

EMENTA: Altera integralmente a redação do Projeto de Lei Ordinária nº 3125/2022, de autoria do Deputado Antônio Moraes

Texto Completo

Artigo Único. O Projeto de Lei Ordinária nº 3125/2022 passa a ter a seguinte redação:


Dispõe sobre a proibição da utilização da cama de aviário como adubo orgânico nos municípios que indica.

     Art. 1º Fica proibida a utilização e armazenamento da cama de aviário como adubo orgânico na atividade agrícola nos municípios de Amaraji, Barra de Guabiraba, Bonito, Camocim de São Félix, Chã Grande, Cortês, Gravatá e Sairé durante os meses de julho, agosto, setembro e outubro.

     § 1º Para os efeitos desta Lei, considera-se como cama de aviário o material que, permanecendo no piso de uma instalação avícola, recebe excreções, restos de ração e penas.

     § 2º O órgão competente do Poder Executivo poderá incluir novos municípios à lista de que trata o caput , por meio de ato próprio, quando necessário para a proteção da agricultura, da pecuária, da fauna, da flora ou dos ecossistemas.

     § 3º A proibição da utilização da cama de aviário como adubo orgânico poderá ser estendida a outros meses do ano por meio de ato próprio do órgão competente do Poder Executivo, quando necessário para a proteção da agricultura, da pecuária, da fauna, da flora ou dos ecossistemas. 

     Art. 2º O descumprimento ao disposto nesta Lei sujeitará o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo de outras previstas na legislação vigente:

     I - advertência, quando da primeira autuação de infração; ou,

     II - multa, a ser fixada entre R$ 1.000,00 (mil reais) e R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), considerados o porte do empreendimento e as circunstâncias da infração.

     Parágrafo único. Em caso de reincidência, o valor da penalidade de multa será aplicado em dobro.

     Art. 4º As autoridades competentes devem apurar se a eventual prática de condutas em desconformidade com as determinações desta Lei se enquadra em algum dos tipos penais previstos na Lei Federal nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998.

     Art. 5º Caberá ao Poder Executivo a edição de normas complementares para disciplinar os aspectos desta Lei que necessitem de regulamentação.

     Art. 6º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Histórico

[25/04/2022 11:35:14] ASSINADA
[25/04/2022 11:35:14] SITUACAO_ENVIADO_DEPARTAMENTO_LEGISLATIVO
[25/04/2022 14:35:38] NUMERADA
[25/04/2022 14:35:59] DESPACHADA
[25/04/2022 14:36:05] EMITIR PARECER
[25/04/2022 14:36:05] EMITIR PARECER
[25/04/2022 14:36:05] EMITIR PARECER
[25/04/2022 14:36:05] EMITIR PARECER
[25/04/2022 14:36:05] EMITIR PARECER
[25/04/2022 14:36:05] EMITIR PARECER
[25/04/2022 14:36:43] ENVIADA PARA PUBLICAÇÃO
[26/04/2022 06:57:52] PUBLICADA
[26/04/2022 06:58:13] PRAZO_ALTERADO





Informações Complementares

Status
Situação do Trâmite: PUBLICADA
Localização: SECRETARIA GERAL DA MESA DIRETORA (SEGMD)

Tramitação
1ª Publicação: 26/04/2022 D.P.L.: 9
1ª Inserção na O.D.:




Documentos Relacionados

Tipo Número Autor
Parecer FAVORAVEL 8821/2022 Administração Pública
Parecer FAVORAVEL 8929/2022 Desenvolvimento Econômico e Turismo
Parecer FAVORAVEL 8942/2022 Cidadania, Direitos Humanos e Participação Popular
Parecer FAVORAVEL 8980/2022 Saúde e Assistência Social
Parecer FAVORAVEL 9025/2022 Meio Ambiente, Sustentabilidade E PROTEÇÃO ANIMAL
Parecer FAVORAVEL 9208/2022 Agricultura, Pecuária e desenvolvimento Rural