Clarissa Tércio

PSC

Clarissa Tércio, 34 anos, foi eleita ao cargo de Deputada Estadual de Pernambuco pela Coligação Juntos por um Pernambuco Melhor. Natural do Recife, a parlamentar é casada com Júnior Moura, (pastor-vice-presidente da Igreja Assembleia de Deus – Ministério Novas de Paz), mãe de 02 (duas) filhas: Clara e Alice.

O nome “Tércio” Clarissa herdou do seu pai, Cel. Francisco Tércio (pastor-presidente da Igreja Assembleia de Deus – Ministério Novas de Paz). Estreante na política, Clarissa obteve uma votação expressiva com 50.789 votos para o primeiro mandato na Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco, a 3ª mulher mais votada no Estado.

Em seu primeiro mandato, Clarissa lidera o Partido Social Cristão (PSC) na Alepe e integra as Comissões de Educação e Cultura; de Cidadania, Direitos Humanos e Participação Popular; de Saúde e Assistência Social; e de Defesa dos Direitos da Mulher.

“Minha expectativa é honrar a confiança depositada nas propostas da minha candidatura. Quero manter minha coerência com os princípios defendidos em todos os aspectos. Quem votou em mim, acredita (assim como eu) que é possível lutar para fazer a real diferença. Elaborar Projetos de Lei, defender a vida (desde a concepção), defender os valores da família, combater a ideologia de gênero, lutar por melhores condições de tratamento para portadores de doenças raras, cobrar do Governo mais atenção e inclusão com pessoas com deficiência nas áreas da saúde, educação, transporte e moradia, além de ampliar o trabalho desenvolvido junto ao Centro de Recuperação de Dependentes Químicos – (Novas de Paz) estão entre minhas prioridades. Fiscalizar as ações do Governo também faz parte das minhas atribuições como representante dos pernambucanos. Quero ser a voz EM DEFESA DA FAMÍLIA na Assembleia Legislativa do Estado”

 

Ver mais
Nome civil:
Erica Clarissa Borba Cordeiro

Naturalidade:
Recife - PE

E-mail:
clarissa.tercio@alepe.pe.gov.br
Redes sociais:
 
Aniversário:
26/12

Profissão:

Telefone:

Atividade Parlamentar


Vídeos do Deputado