Brasão da Alepe

PROJETO DE RESOLUÇÃO 3678/2022

Concede o Título Honorífico de Cidadão Pernambucano ao Ilustríssimo Monsenhor João Carlos Magalhães Silva.

Texto Completo

     Art. 1º Fica concedido o Título Honorifico de Cidadão Pernambucano ao Ilustríssimo Monsenhor  João Carlos Magalhães Silva.

     Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Justificativa

João Carlos Magalhães Silva, nasceu na cidade de Inhambupe, interior baiano, no dia 23 de junho do ano de 1965. Filho de Manuel Rodrigues da Silva (falecido), na época Vereador e Juiz de Paz; e Maria José Magalhães da Silva, costureira, modista e dona de casa. Sexto filho homem e o caçula da família.

Aos quatros anos de idade começou a estudar no Jardim de Infância, tendo como professoras suas tias maternas. Fez os estudos primários na Escola Dr. Sátiro Dias e cursou o Ginásio no Colégio Cenecista Dr. Luís Coelho. Concluiu o Segundo Grau na Escola Estadual Dr. Mário Costa Filho, na qual posteriormente foi professor de Ciências e Religião.

Nascido em Família tradicionalmente católica, ainda criança começou a participar ativamente da vida eclesial, recebendo na Igreja Matriz do Divino Espírito Santo o Sacramento do Batismo após dois dias do seu nascimento. Realizou a primeira Comunhão aos 10 anos de idade, e recebeu o Sacramento da Crisma aos 15 anos, quando passou a participar mais assiduamente da vida eclesial, engajando-se na Pastoral da Juventude e torrando-se catequista.

Essa vivência proporcionou um envolvimento mais comprometido com a fé, o que despertou a vocação para a vida sacerdotal. Após participar de encontros vocacionais em sua Diocese de origem (Alagoinhas - BA), decidiu entrar para o seminário. Foi acolhido no Seminário Cristo Rei em Camaragibe – PE, no ano de 1886, dando início aos estudos de Filosofia no Instituto Salesiano de Filosofia no Bongi, em Recife – PE.

No ano de 1887, passou a residir no Centro Vocacional do Sagrado Coração de Jesus, na Cidade de Paulista – PE, onde permaneceu por dois anos. Em 1989 foi admitido ao Postulantado e no ano seguinte ao Noviciado, este realizado na Cidade de San Miguel, no Grande Buenos Aires, na Argentina.

Professou seus votos simples de pobreza, castidade e obediência como religioso em 17 de fevereiro de 1990. No mesmo ano, retornou ao Brasil para iniciar os estudos de teologia. Esteve no Instituto Franciscano de Teologia de Olinda - PE, onde concluiu seus estudos acadêmicos. Três anos depois, fez os Votos Perpétuos na Paroquia de Nossa Senhora da Conceição, no bairro da Ipatinga, em Recife- PE. No mesmo ano foi transferido para seu estágio pastoral na Paróquia de São Jose, em São José da Laje -AL, onde foi ordenado diácono, na Festa Santíssima Trindade, pela imposição das mãos de Dom Edvaldo Gonçalves de Amaral, SDB, na ocasião, Arcebispo Metropolitano de Maceió.

No dia 19 de dezembro de 1993, em sua cidade natal, foi ordenado sacerdote para a Igreja de Jesus Cristo, pela imposição das mãos de Dom Jaime Mota de Faria, na ocasião, Bispo da Diocese de Alagoinha – BA.

Durante três anos exerceu seu ministério sacerdotal em São Jose da Laje – AL. Foi transferido para o Centro Vocacional Sagrado Coração de Jesus, na Cidade de Paulista – PE, onde exerceu a função de Reitor e Formador do Seminário. No ano de 1997, assumiu a Administração da recém-criada Paróquia de Nossa Senhora de Fátima em Paratibe, Paulista – PE. Neste mesmo ano, na Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO), no curso de Psicologia, colou grau como Bacharel no dia 29 de dezembro de 2005. Nesse tempo, exerceu por oito anos a função de Diretor Espiritual Arquidiocesano do Encontro de Casais com Cristo, durante oito anos consecutivos, na Arquidiocese de Olinda e Recife.

Em 2006, resolveu fazer uma nova experiência, desligando-se da Congregação do Sagrado Coração de Jesus, quando foi recebido como bispo benevolente na Arquidiocese de Olinda e Recife, pelo então atual Arcebispo, Dom José Cardoso Sobrinho. Começou a exercer sua função sacerdotal na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompéia, no bairro da Mustardinha, na Cidade do Recife – PE. Na ocasião, à convite de Dom José Cardoso Sobrinho, assumiu por seis anos a Função de Diretor Espiritual da Pastoral Familiar. Durante esse período, dividiu seu tempo, dando assistência como Capelão na Casa Provincial das Filhas de Santana e lecionando no Colégio Rosa Gattorno, da mesma congregação religiosa, onde trabalhou ainda como Coordenador de Pastoral. Além dessas atividades, na mesma época, assistiu com Capelão a Casa Provincial da Irmãs da Sagrada Família, no bairro de Casa Forte, Recife – PE.

Colaborou com a CRB (Conferência dos Religiosos do Brasil), assessorando encontros e exercendo, nessa ocasião, sua profissão de Psicólogo, oportunidade que teve em unir sua experiência como religioso com a profissão que escolheu. Realizou trabalhos com comunidades carentes e serviço social como psicólogo no Centro Social Padre Dehon na Cidade de João Pessoa na Paraíba. Após quatros anos na Paroquia Nossa Senhora do Rosário de Pompéia, foi nomeado, no ano de 2010, Administrador Paroquial da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, IPSEP, Recife – PE, Diretor Espiritual do Seminário Maior Nossa Senhora das Graças (Olinda - PE), Presidente da Comissão Arquidiocesana para a Vida Consagrada e Ordenada e Diretor da Escola Diaconal São José da Arquidiocese de Olinda e Recife, pelo, então, recém-assumido Arcebispo Metropolitano de Olinda e Recife, Dom Antônio Fernando Saburido, OSB.

No ano de 2012, formou-se em Teologia pela Faculdade Católica de Fortaleza. Foi nomeado Pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida no IPSEP, Recife – PE, no dia 16 de dezembro de 2015. Exerceu, ainda, a função de Coordenador da Pastoral Presbiteral da Arquidiocese de Olinda e Recife do ano de 2017 a 2021. Foi condecorado Comendador no dia 03 de outubro de 2022, pelo Corpo Consular do Brasil, representado pelo Cônsul da Albânia, CL. Lamartine Hollanda Junior. Por uma necessidade especial, precisou renunciar a sua função de Pároco no dia 08 de agosto de 2021 para assumir a função de Vigário Episcopal para o Vicariato de Jardim São Paulo e Pároco da Paróquia São Paulo Apóstolo, no bairro de Jardim São Paulo, Recife – PE, onde atualmente trabalha e vive juntamente com sua mãe.

Vale salientar que, juntamente com a Pastoral Familiar, foi o idealizador da Caminha Sim à Vida, tendo como motivação a criação da Semana da Vida e Dia do Nascituro, por parte da CNBB, o que mostra sua preocupação e engajamento em defesa do valor inalienável da Família e da vida desde sua concepção até o ocaso natural.

Pelo exposto, em face de todos os serviços prestados ao Estado de Pernambuco, o Monsenhor João Carlos Magalhães Silva faz jus a receber dessa Casa o Título de Cidadão Pernambucano. Considerando o legítimo interesse é que pedimos aos nobres colegas Parlamentares a aprovação deste Projeto de Resolução.

Histórico

[20/09/2022 22:35:01] ASSINADO
[21/09/2022 10:03:35] ENVIADO P/ SGMD
[21/09/2022 10:51:36] RETORNADO PARA O AUTOR
[21/09/2022 12:36:03] ENVIADO P/ SGMD
[21/09/2022 13:08:35] ENVIADO PARA COMUNICAÇÃO
[21/09/2022 13:09:10] DESPACHADO
[21/09/2022 13:09:31] EMITIR PARECER
[21/09/2022 13:43:26] ENVIADO PARA PUBLICAÇÃO
[21/09/2022 21:24:32] PUBLICADO
[25/11/2022 10:15:24] AUTOGRAFO_CRIADO
[25/11/2022 10:16:03] AUTOGRAFO_PROMULGADO
[25/11/2022 10:16:17] AUTOGRAFO_TRANSFORMADO_EM_RESOLUCAO





Informações Complementares

Status
Situação do Trâmite: AUTOGRAFO_PROMULGADO
Localização: SECRETARIA GERAL DA MESA DIRETORA (SEGMD)

Tramitação
1ª Publicação: 22/09/2022 D.P.L.: 5
1ª Inserção na O.D.:




Documentos Relacionados

Tipo Número Autor
Parecer FAVORAVEL 10203/2022 Juntas
Parecer FAVORAVEL 9907/2022 Antônio Moraes