Brasão da Alepe

Projeto de Lei Ordinária No 1024/2016

Institui no Calendário Oficial de Eventos do Estado de Pernambuco a Corrida da Consciência Negra, a ser comemorado anualmente no 3º sábado do mês de novembro, no Estado de Pernambuco e dá outras providências.

Texto Completo

Art. 1º Fica instituído o dia Estadual da Corrida da Consciência Negra, a ser
comemorado anualmente no 3º sábado do mês de novembro.
Parágrafo único. A data passará a fazer parte do Calendário de Eventos do
Estado de Pernambuco.
Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Justificativa

O Projeto de Lei em tela tem o objetivo instituir o dia Estadual da Corrida da
Consciência Negra.
A corrida é um clamor social e uma forma nos unirmos contra essa prática
criminosa. É uma corrida de rua idealizada para conscientizar a população
contra o racismo e promover, através de uma mensagem de união, a igualdade
racial e a importância do povo negro na evolução sociocultural do país, através
do incentivo da prática do esporte.
É fato que as pessoas negras, nos últimos anos, estão mais consciente dos seus
direitos.
Criada em 2015, a Corrida da Consciência Negra surgiu para chamar a atenção da
sociedade para o Dia Nacional da Consciência Negra comemorado no dia 20 de
novembro. Os inúmeros casos de racismo praticados contra a população negra
constantemente em todo o país e a violência contra jovens negros motivou o
deputado estadual Bispo Ossesio Silva, idealizador do evento.
O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado, no Brasil, em 20 de novembro,
a data foi criada em 2003 e instituído em âmbito nacional mediante a lei nº
12.519, de 10 de novembro de 2011. A ocasião é dedicada à reflexão sobre a
inserção do negro na sociedade brasileira. A data foi escolhida por coincidir
com o dia da morte de "Zumbi dos Palmares", em 1695. Sendo assim, o Dia da
Consciência Negra procura remeter à resistência do negro contra a escravidão.
Em sua primeira edição a corrida da Consciência Negra reuniu cerca de 600
inscritos. Após o alongamento e o aquecimento, os atletas correram um percurso
de 5km com professores da Academia da Cidade do Recife, disputada entres as
categorias masculina, feminina, terceira idade e pessoas com deficiência.
Os árbitros e diretores de provas da Federação Pernambucana de Atletismo (FEPA)
foram responsáveis pelos resultados dos participantes. Os três primeiros
colocados receberam medalhas e troféus.
Se reuniram para realizar um evento esportivo que pudesse ser uma reunião de
amigos, uma prática de incentivo ao esporte e também um momento de exercício da
cidadania e da solidariedade.
Pelos motivos exposto acima, peço atenção especial dos nobres colegas a este
Projeto de Lei e sua efetiva aprovação.

Sala das Reuniões, em 11 de outubro de 2016.

Bispo Ossésio Silva
Deputado


Informações Complementares

Status
Situação do Trâmite: Concluída e Arquivada
Localização: Arquivo

Tramitação
1ª Publicação: 18/10/2016 D.P.L.: 6
1ª Inserção na O.D.: 21/11/2016 Página D.P.L.:

Sessão Plenária
Result. 1ª Disc.: Aprovado o Substitutivo Data: 21/11/2016
Result. 2ª Disc.: Aprovado o Data: 29/11/2016

Resultado Final
Publicação Redação Final: 30/11/2016 Página D.P.L.: 15
Inserção Redação Final na O.D.:
Resultado Final: Aprovada Data: 30/11/2016


Documentos Relacionados

Tipo Número Autor
Parecer Aprovado 3248/2016 Augusto César
Parecer Aprovado Com Alterao 3082/2016 Teresa Leitão
Parecer Aprovado 3095/2016 Augusto César
Substitutivo 01/2016 Comissão de Constituição, Legislação e Justiça