Brasão da Alepe

Requerimento No 266/2015

Texto Completo

Requeremos à Mesa, ouvido o Plenário e cumpridas as formalidades regimentais
que seja formulado um VOTO DE APLAUSO a matéria Desigualdades sociais: opção ou
impulso para transformar a realidade ? publicada no jornal Folha Universal na
edição nacional de 08 a 14 de março de 2015. O objetivo da matéria foi mostrar
o outro lado da comunidade, e conhecer a história dos mais de 11 milhões de
brasileiros que vivem em meio ao preconceito e à desigualdade e enfrentam os
problemas locais diariamente.

Da decisão desta Casa, e do inteiro teor desta proposição, dê-se conhecimento A
Ilustríssima jornalista, Sra Sara Oliveira, com endereço na Rua dos
Missionários, 139, 2° andar, Santo Amaro – São Paulo-SP, CEP 04729-000, A
Ilustríssima editora da Folha Universal, Sra Thaís Toledo, com endereço na Rua
dos Missionários, 139, 2° andar, Santo Amaro – São Paulo-SP, CEP 04729-000; A
Ilustríssima subeditora da Folha Universal, Sra Cinthia Meibach, com endereço
na Rua dos Missionários, 139, 2° andar, Santo Amaro – São Paulo-SP, CEP
04729-000; , A Ilustríssima subeditora da Folha Universal, Sra Débora
Gagliardi, com endereço na Rua dos Missionários, 139, 2° andar, Santo Amaro –
São Paulo-SP, CEP 04729-000; ao Reverendíssimo Bispo Reinaldo Suisso, com
endereço na Avenida Cruz Cabugá, nº 141 Santo Amaro - Recife – PE CEP:
50.040-000; ao Reverendíssimo Pastor Alan Senna, com endereço na Avenida Cruz
Cabugá, nº 141 Santo Amaro - Recife – PE CEP 50.040-000; ao pastor José Kleber
Pinheiro de Souza, com endereço na Av. Conselheiro Rosa e
Silva, nº 1283, CEP:52.020-220. Aflitos-Recife/PE.

Justificativa

Milhões de brasileiros vivem em comunidades e enfrentam, além das dificuldades,
muito preconceito. Entenda por que os desafios não podem se tornar obstáculos
na busca por uma vida melhor e mais satisfatória.
As diferenças sociais, visíveis principalmente nas grandes cidades brasileiras,
tornam redundante qualquer afirmativa de que o País é repleto de desigualdades.
Não é novidade para ninguém dizer que a distribuição de renda ocorre de forma
desordenada e que as oportunidades não chegam facilmente para todos.
Ao todo, mais de 11 milhões de brasileiros vivem em favelas, invasões e
comunidades, de acordo com dados do último Censo realizado pelo Instituto
Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número é maior do que a
população inteira de países como Portugal (10 milhões), Áustria (8 milhões) ou
Irlanda (4 milhões). Entre os critérios utilizados para classificar essas
áreas, considerou-se a ocupação de locais que sofrem com a insuficiência de
serviços públicos de qualidade. Falta estrutura adequada e quem sofre com isso
é a população que vive nesses locais.
Seja nas rádios, seja nas manchetes de jornais, as comunidades são citadas como
lugares onde a violência predomina. Essa imagem transmitida nas grandes mídias
contribui para reforçar a opinião de que as localidades mais carentes não são
seguras e que se resumem a espaços perigosos.
Uma pesquisa inédita, realizada pelo instituto Data Popular, mostrou que os
moradores da favela ainda são vistos de forma preconceituosa por pessoas que
não vivem em comunidades, os chamados moradores do asfalto. O levantamento
consultou 3.050 pessoas, de 150 cidades de todo o País, entre os dias 15 e 19
de janeiro. Entre os entrevistados, 69% relataram que sentem medo ao passar em
frente a uma favela e 47% afirmaram que nunca contratariam uma pessoa da favela
para trabalhar em suas casas.
A palavra “favela” traz em si uma carga pejorativa e prova disso é o outro dado
divulgado pela mesma pesquisa: 51% das pessoas ouvidas falaram que relacionam a
palavra a drogas e violência. Para reforçar ainda mais as dificuldades, 87%
acreditam que as pessoas que nascem nas comunidades têm menos oportunidades do
que quem nasce em outros locais. Uma realidade que precisa ser transformada.
Fonte da matéria
http://www.universal.org/noticias/2015/03/08/desigualdades-sociais-opcao-impulso
-para-transformar-32317.html
Portanto, percebemos a importância de solicitar
merecidamente este Voto de Aplauso.

Histórico


[16/03/2015 17:53:49] Enviada p/Comunicação
[10/03/2015 18:08:47] Enviada p/Publicação
[10/03/2015 18:06:38] À publicação
[10/03/2015 18:03:31] Proposição Numerada
[10/03/2015 15:47:16] Enviada

Sala das Reuniões, em 9 de março de 2015.

Bispo Ossésio Silva
Deputado


Informações Complementares

Status
Situação do Trâmite: Enviada p/Comunicação
Localização: Comunicação

Tramitação
Publicação: 11/03/2015 D.P.L.: 18
Inserção na O.D.: 14/03/2015 Página D.P.L.:


Resultado Final
Publicação Redação Final: Página D.P.L.:
Inserção Redação Final na O.D.:
Resultado Final: Aprovada Data: 16/03/2015


Esta proposição não possui emendas, pareceres ou outros documentos relacionados.