Assembleia Legislativa de Pernambuco

Guilherme Uchoa (PDT)
Informações
Perfil

Clique na foto para enviar um e-mail

Reeleito presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco para o terceiro biênio consecutivo (2011-2012), o deputado Guilherme Uchoa, do PDT, está no quinto mandato e chegou à 17ª Legislatura com quase cem mil votos. À frente da Presidência da Casa desde 2007, Uchoa já comandou interinamente o Governo do Estado, por duas ocasiões, a convite do governador Eduardo Campos.

O parlamentar vem marcando seu estilo de administrar priorizando ações e projetos como, por exemplo, a expansão da Assembleia na TV para o Interior do Estado; a mobilização para construção de uma nova sede do Legislativo; a valorização dos servidores efetivos, por meio do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos; o pagamento da URV; além da Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) que questionou a cobrança de impostos sobre os chamados terrenos de marinha e foi vitoriosa no Supremo Tribunal Federal (STF).

Como parlamentar, ao longo dos últimos anos, Guilherme Uchoa tem honrado o seu mandato apresentando indicações, requerimentos, projetos e emendas em benefício da população pernambucana, especialmente nas áreas de cultura, saúde, educação, segurança pública e desenvolvimento econômico. Dentre os trabalhos já realizados, pode-se destacar o apoio ao aluno do Ensino Fundamental e Médio; à recuperação do patrimônio cultural do Parque das Esculturas de Fazenda Nova; à pavimentação do entorno do município de Sertânia; da PE-070, em Ribeirão; da PE-082, em Aliança; da PE-27, em Araçoiaba/Chã de Cruz. Além disso, ações no sentido da implantação de calçamento em comunidades carentes, construção de pontes, quadras poliesportivas, barragens, instalação de telefones públicos, linhas de ônibus e abrigos, saneamento básico, construção e reforma de escolas públicas, passarelas de metal, segurança na rede escolar, criação de Delegacias da Mulher e do Idoso, viabilização de máquinas de hemodiálise e outras iniciativas em benefício de portadores de necessidades especiais.

Uchoa também já recebeu diversas homenagens. Foi agraciado com a Condecoração Tiradentes - Honra ao Mérito - conferida pelo TRE; Medalha Joaquim Nabuco, conferida pela Assembleia Legislativa do Estado; Medalha do Mérito - Desembargador Nunes Machado - do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco; Medalha do Mérito Policial Militar, concedida pela Polícia Militar de Pernambuco, após aprovação do governador Eduardo Campos; além de Títulos de Cidadão dos municípios de Olinda, Abreu e Lima, Igarassu, Itapissuma, Riacho das Almas, São Joaquim do Monte e Agrestina.

Formado em Licenciatura Plena em História pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru, Guilherme Uchoa lecionou durante oito anos no Colégio João Pessoa Guerra, em Igarassu. Como funcionário público, exerceu o cargo de escrevente da Polícia Civil, onde permaneceu por dez anos. Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco, advogou em diversas prefeituras do interior pernambucano. Tornou-se juiz de Direito, por meio de concurso público, tendo exercido a função nas Comarcas de Palmeirina, Angelim, Riacho das Almas, Caruaru, Cumaru, Goiana, Olinda e do Recife. Foi também coordenador de propaganda eleitoral no pleito de 1990, quando foram candidatos ao Governo do Estado Joaquim Francisco e Jarbas Vasconcelos. Ocupou, ainda, o cargo de secretário de Assuntos Jurídicos dos municípios de Itamaracá e Paulista, quando aceitou o movimento em torno do seu nome para candidatar-se a deputado estadual.

Na campanha eleitoral de 1994, o deputado Guilherme Uchoa foi eleito com 16.137 votos pelo PMDB, sagrando-se majoritário nos municípios de Igarassu, Itamaracá, Itapissuma e Agrestina, além de ter tido expressiva votação em Abreu e Lima, Paulista, Sertânia e Olinda. Já no seu primeiro mandato, ocupou o cargo de primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa, no biênio 1995/1996. Representou Pernambuco nas reuniões do Colégio de Presidentes das Assembleias Legislativas do Brasil em Minas Gerais, Goiás, Brasília, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Na época, por ocasião da solenidade em comemoração aos 460 anos de fundação de Igarassu, Uchoa enfocou a importância do município "onde se respira história", ressaltando a contribuição da cidade à cultura e à arte. Citando Gilberto Freyre, disse: "Igarassu é considerada a porta do Nordeste e o berço da civilização eurotropical", e levou para o ministro da Cultura e representantes da Unesco o pedido de reconhecimento de Igarassu como Cidade Patrimônio Cultural da Humanidade. Integrou, ainda, a Comissão Oficial de Parlamentares Brasileiros à África do Sul.

No segundo mandato, eleito com 33.185 votos, exerceu a função de primeiro-secretário da Assembleia, no biênio 1999/2000, tendo se destacado por meio de ações como a instalação do novo sistema de ar condicionado, a reforma geral, em granito e mármore, do piso e hall dos seis andares do Anexo I, além da construção da sala de estar dos deputados, renovação dos veículos oficiais e reforma do Departamento Médico. Nesse período, Uchoa defendeu projeto de lei do Poder Judiciário que regulamenta o cumprimento de penas alternativas e outro relativo ao aumento do quadro permanente de pessoal do Tribunal de Justiça. Em 1999, propôs, ainda, a criação do município de Nossa Senhora do Ó, desmembrando-o de Ipojuca. Requereu que fosse estendido à Zona da Mata o Programa de Emprego Temporário; concedeu o Título de Cidadão de Pernambuco ao presidente dos Correios, Rui Fortunato de Assis, aos magistrados Sérgio Marinho Falcão e Jovaldo Nunes; além de ter criado a Medalha do Sesquicentenário do nascimento do deputado e historiador Francisco Augusto Pereira da Costa e o Concurso de Monografia Pereira da Costa.

No terceiro mandato, foi eleito com 44.825 votos, ocupando o cargo de 2º secretário da Mesa Diretora. Foi também titular da Comissão de Administração Pública e suplente das Comissões de Desenvolvimento Econômico e Negócios Municipais.


Atividade parlamentar

Rua da União, 439, Boa Vista, Recife, Pernambuco, Brasil, CEP: 50050-909
PABX:(081) 3183-2211 - Fax:(081) 3423-4881 Fala-Cidadão: 0800 281 2244
E-mail: ouvidoria@alepe.pe.gov.br
CNPJ: 11.426.103/0001-34 - Inscrição Estadual: Isenta