Hospital Militar de Área do Recife completa 200 anos e recebe homenagem

Em 12/09/2017
-A A+

Os 200 anos do Hospital Militar de Área do Recife foram homenageados em Reunião Solene, nessa terça. Criada em 1817, a unidade que trata militares e parentes foi a primeira do tipo no Brasil. A instituição já funcionou nos bairros de Santo Antônio e Soledade, até se mudar para a sede atual, na Boa Vista, em 1859. O diretor do Hospital, Coronel Médico Ronaldo Smolentzov, estima que, em média, sete mil pessoas sejam atendidas todo mês. “A gente tem todas as especialidades, tem de média e alta complexidade também, no Hospital. E a gente dá apoio a todo o Comando Militar do Nordeste, nas especialidades de maior complexidade. Ele é fundamental, é um Hospital estratégico para o Comando Militar do Nordeste. Tanto que, quando teve agora a enchente, aqui de Recife, foi montado um hospital de campanha pelo Comando Militar, e quem mobiliou esse hospital, em termos de especialistas, foi o HMAR, foi o nosso Hospital.

O Hospital Militar de Área do Recife faz parte da história da capital pernambucana. Em 1848,  passou por superlotação, com os feridos da Revolta Praieira. Já no período da Guerra do Paraguai, que durou de 1864 a 1870, foi temporariamente transformado em enfermaria, porque as tropas do Recife haviam se deslocado para o confronto. A homenagem foi solicitada pelo deputado Antônio Moraes, do PSDB. Ele destacou a qualidade do atendimento do Hospital Militar de Área do Recife. “Eu tive a oportunidade de conhecer, fuciona de forma quase perfeita. É um exemplo no atendimento médico-hospitalar, na parte de cirurgia, inclusive inovando em outras áreas da Medicina. E é um hospital regional, ele atende aqui pessoas do Rio Grande do Norte, da Paraíba, do Ceará, de Alagoas…

A solenidade foi presidida pela deputada Terezinha Nunes, do PSDB. Ela ressaltou que o Hospital Militar cuida dos pacientes há dois séculos, com competência.