Aluísio Lessa faz crítica a processo de judicialização da política

Em 22/10/2020 - 18:10
-A A+

PAULISTA – Deputado comentou decisão da Justiça Eleitoral, já suspensa, que impugnou candidatura de Yves Ribeiro a prefeito do município. Foto: Jarbas Araújo

O deputado Aluísio Lessa (PSB) comentou, na Reunião Plenária desta quinta (22), a decisão da Justiça Eleitoral que impugnou a candidatura de Yves Ribeiro (MDB) a prefeito de Paulista, no Grande Recife. O socialista criticou o processo de judicialização da política e alertou para o advento de um “Estado policialesco”. 

Conforme destacou o parlamentar, o efeito da sentença de 16 de outubro, que contestou a candidatura de Ribeiro, foi suspenso, quatro dias depois, por liminar da Justiça Federal. Lessa lamentou, porém, as consequências da primeira decisão judicial. “Houve indagação pelos blogs e notícias carregadas de mentiras sendo compartilhadas”, afirmou. 

O deputado lembrou que Yves Ribeiro foi prefeito por 26 anos de três municípios diferentes da Região Metropolitana do Recife (além de Paulista, administrou Igarassu e Itapissuma). “As 26 contas foram aprovadas, o que nos leva a questionar a judicialização que não mede consequências para a trajetória de uma pessoa aplaudida pela população”, assinalou o socialista.