José Queiroz lamenta mais de 150 mil mortes pela Covid-19 no Brasil e defende prevenção

Em 15/10/2020 - 14:10
-A A+

SEGUNDA ONDA – Para o parlamentar, é preciso evitar a banalização dos óbitos e manter os cuidados, a fim de conter a propagação da doença. Foto: Jarbas Araújo

O deputado José Queiroz (PDT) lamentou, na Reunião Plenária desta quinta (15), que o Brasil tenha ultrapassado a marca de 150 mil vidas perdidas para a Covid-19. Ele alertou ainda para os sinais de uma possível segunda onda da pandemia, com aumento do número de casos em países da Europa, onde a situação parecia estar controlada. Para o parlamentar, é preciso evitar a banalização dos óbitos e manter os cuidados, a fim de conter a propagação da doença.

Ao fazer um balanço dos fatos recentes relacionados ao tema, o pedetista ressaltou que mais de um milhão de pessoas morreram em todo o mundo neste ano, após se infectarem com o novo coronavírus. Queiroz sublinhou que, depois de minimizarem os impactos da enfermidade, os presidentes do Brasil e dos Estados Unidos, bem como o primeiro-ministro do Reino Unido, foram contaminados. 

Ele advertiu que países europeus que haviam conseguido achatar a curva de novos casos, como a Alemanha, enfrentam o ressurgimento da Covid-19. “Esses fatos chamam atenção e alertam o mundo para a necessidade de vigilância que temos de ter. Não dá para brincar. O novo coronavírus é algo muito sério”, disse.

José Queiroz ainda citou estudos que apontam que a doença pode deixar sequelas neurológicas nos pacientes. Também repercutiu que a Johnson & Johnson’s pausou os testes da sua vacina após um voluntário desenvolver uma enfermidade inexplicada. 

Por outro lado, o parlamentar destacou a criação, por cientistas de Oxford (Reino Unido), de um teste rápido que detecta o coronavírus em menos de cinco minutos. O discurso foi apoiado pela deputada Teresa Leitão (PT), que também hipotecou solidariedade às famílias das vítimas da Covid-19.

Operação – Ainda durante a Reunião Plenária desta manhã, o pedetista comentou o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), vice-líder do Governo Jair Bolsonaro. Em operação nessa quarta (14), a Polícia Federal encontrou R$ 30 mil escondidos na cueca do parlamentar. José Queiroz disse ter “ficado incrédulo” diante da notícia.