Programa Ganhe o Mundo recebe homenagem da Assembleia 

Em 07/11/2019 - 15:11
-A A+
INTERCÂMBIO - Iniciativa do Governo do Estado foi tema de Grande Expediente Especial, por solicitação da deputada Roberta Arraes. Foto: Roberta Guimarães

INTERCÂMBIO – Iniciativa do Governo do Estado foi tema de Grande Expediente Especial, por solicitação da deputada Roberta Arraes. Foto: Roberta Guimarães

Criado em 2012, o Programa Ganhe o Mundo já garantiu a 6,5 mil estudantes da rede pública estadual de ensino a oportunidade de aprender um segundo idioma por meio da vivência em países de língua inglesa, espanhola e alemã. Supervisionada e custeada pela Secretaria Estadual de Educação e Esportes, a iniciativa foi tema de um Grande Expediente Especial na Alepe nesta quinta (7), por iniciativa da deputada Roberta Arraes (PSB).

Desde a criação, o programa já levou adolescentes para Argentina, Estados Unidos, Espanha e Alemanha, entre outras localidades. Anualmente, é feita a seleção dos participantes, que precisam ser oriundos da rede pública estadual, além de ter atingido média mínima de 7 em Português e Matemática nos dois primeiros bimestres do ano. Neste ano, foram abertas 15 mil vagas em cursos de línguas, sendo 11,3 mil para o inglês, 3.600 para o espanhol e 100 para o alemão. Após o curso, os mil alunos que obtiveram melhor desempenho foram selecionados para realizar o intercâmbio em vários países.

Com o sucesso obtido com o programa de intercâmbio internacional, o Governo do Estado criou outras duas modalidades do programa: o Esportivo, que atende estudantes-atletas que passam uma temporada no Canadá, país com centros de treinamentos reconhecidos mundialmente pela excelência em várias modalidades; e o Musical, no qual o adolescente que tem aptidão na área também vai ao Canadá e tem a oportunidade de aprimorar o desenvolvimento artístico.

EXPERIÊNCIA -  “Além de elevar a educação dos estudantes, o projeto tem o objetivo de formar seres político e sociais”, salientou o aluno Anthony Nascimento, que foi para o Canadá em 2019. Foto: Roberta Guimarães

EXPERIÊNCIA –  “Além de elevar a educação dos estudantes, projeto tem objetivo de formar seres políticos e sociais”, salientou o aluno Anthony Nascimento, que foi para o Canadá em 2019. Foto: Roberta Guimarães

“A bem pensada decisão tem proporcionado uma indescritível experiência a alunos da rede pública estadual. Muitos jamais teriam condições financeiras de viajar ao exterior e, no retorno, voltam melhor preparados para o mercado de trabalho”, ressaltou o deputado Professor Paulo Dutra (PSB), que presidiu a reunião. 

Roberta Arraes destacou a importância do programa, idealizado pelo ex-governador Eduardo Campos. A deputada lembrou que a iniciativa é pioneira no País e, junto a outras medidas adotadas pelo Governo do Estado, possibilitou que Pernambuco passasse a ter o melhor ensino público do Brasil. 

“É um belo programa de inclusão social. A iniciativa permite que os jovens tenham acesso a novas culturas, complementando a preparação para o desenvolvimento pessoal e profissional, e construindo novas bases para o exercício da cidadania, a convivência social e a tomada de consciência política”, frisou a parlamentar do PP.

O aluno Anthony William Coelho do Nascimento, que participou do intercâmbio no Canadá em 2019, falou sobre o aprendizado que obteve com a experiência. “Além de elevar a educação dos estudantes, o projeto tem o objetivo de formar seres políticos e sociais, preparados para enfrentar os desafios do futuro”, salientou.

O secretário de Educação, Fred Amancio, agradeceu a homenagem realizada pela Alepe. Segundo o gestor, toda a equipe que trabalha com o projeto merece elogios. “Temos muito orgulho desse programa. Ele permite que os jovens descubram que podem conseguir o que quiserem pelos próprios méritos”, enfatizou.