Pastor Cleiton Collins elogia mudança na política sobre drogas aprovada pelo Senado

Em 16/05/2019 - 11:05
-A A+
PLC 37/2010 - “É uma norma importante para o nosso País porque regulamenta a questão da drogadição”, observou. Foto: Jarbas Araújo

PLC 37/2010 – “É uma norma importante para o nosso País porque regulamenta a questão da drogadição”, observou. Foto: Jarbas Araújo

A aprovação pelo Senado Federal, na última quarta (15), de proposição que altera o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas (Sisnad) foi comemorada pelo deputado Pastor Cleiton Collins (PP). Em discurso no Pequeno Expediente desta quinta (16), ele parabenizou aquela casa legislativa: “Será uma lei importante para o nosso País porque regulamenta a questão da drogadição”, observou.

Entre outras medidas, o Projeto de Lei da Câmara (PLC) nº 37/2010 fortalece as comunidades terapêuticas e facilita as internações involuntárias de usuários de drogas. Também prevê a possibilidade de destinação de até 30% do Imposto de Renda para as entidades de recuperação de dependentes. “Agora vai para a mão do nosso presidente da República, Jair Bolsonaro. Espero que ele sancione com muita rapidez e quero estar presente nesse momento”, revelou o progressista.

“Por várias vezes, falamos aqui dessa tribuna sobre esse tema. Chegamos, em uma ocasião, a levar cerca de 80 mães que perderam seus filhos para o submundo do crack para fazer um grande movimento relacionado à vida para ver se sensibilizava os parlamentares daquela época”, prosseguiu Collins. “Só fico triste porque um pernambucano não se colocou nesse sentido: o senador Humberto Costa (PT-PE).”