Juntas cobram expansão e interiorização de políticas públicas para LGBTs

Em 16/05/2019 - 12:05
-A A+
DEMANDA - “Esse segmento não vive apenas na Capital. Precisamos de centros de acolhimento, saúde e delegacias especializados no Interior também.” Foto: Roberto Soares

DEMANDA – “Esse segmento não vive apenas na Capital. Precisamos de centros de acolhimento, saúde e delegacias especializados no Interior também.” Foto: Roberto Soares

A expansão de espaços de acolhimento para LGBTs vítimas da violência e o trabalho preventivo contra a intolerância ao grupo nas escolas foram defendidos pela deputada Jô Cavalcanti, do mandato coletivo Juntas (PSOL), no Pequeno Expediente desta quinta (16). Registrando o Dia Internacional contra a Homofobia, celebrado em 17 de maio, ela destacou também a necessidade de essas políticas alcançarem o Interior do Estado.

“Ao contrário do Governo Federal, em que temos um presidente que incita a violência contra os LGBTs, não podemos deixar de elogiar a Secretaria Estadual da Mulher por promover um concurso de fotografia voltados para lésbicas”, lembrou a parlamentar. “Mas devemos observar que as políticas públicas para a população LGBT em Pernambuco estão longe de serem suficientes.”

Para a codeputada, políticas de acolhimento da população LGBT vítima da violência precisam ser descentralizadas. “Esse segmento não vive apenas na Capital. Precisamos de centros de acolhimento, saúde e delegacias especializados no Interior também”, cobrou. “Vamos trabalhar para que nossas cidades sejam mais seguras, para que a vivência urbana desse público não seja limitada a boates e festas pagas”, salientou Jô.

O trabalho de combate à intolerância nas escolas também foi destacado pela representante do mandato coletivo. “Queremos promover mais fortemente o respeito às diferenças para eliminar o alto índice de evasão escolar da população LGBT, com destaque para as pessoas transexuais, que vivenciam um ambiente escolar extremamente violento e desestimulador. Sala de aula é lugar de conviver com a diferença”, ressaltou a parlamentar.

Jô Cavalcanti informou também que o mandato das Juntas irá promover uma Plenária LGBT no próximo dia 23 (quinta), para discutir prioridades e formas de atuação na defesa dos direitos dessa população. O evento será às 18h30, na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados, Informática e Tecnologia da Informação de Pernambuco.