Novos parlamentares fazem discursos de estreia no Plenário

Em 06/02/2019 - 18:02
-A A+

A Reunião Plenária desta quarta (6) teve uma nova rodada de discursos de estreia. Desta vez, foram os deputados Antônio Coelho (DEM), Romero (PP), João Paulo (PCdoB) e Doriel Barros (PT) que ocuparam a tribuna da Casa de Joaquim Nabuco para apresentar as propostas dos mandatos, agradecer a votação obtida e defender a articulação de governistas e oposicionistas na busca de caminhos para o desenvolvimento de Pernambuco. A seguir, os principais trechos dos pronunciamentos.

Foto: Roberto Soares

Foto: Roberto Soares

Antônio Coelho – Vice-líder da Oposição, o deputado elogiou o debate travado entre governistas e oposicionistas, nessa terça (5), sobre a situação da segurança pública em Pernambuco. Ele enalteceu o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros (PP), pela condução dos trabalhos, e ressaltou a importância de que as discussões sejam pautadas pelo respeito e pela seriedade. “Espero que façamos debates justos, com discursos livres e embasados em dados e argumentos”, afirmou.

Foto: Breno Laprovitera

Foto: Breno Laprovitera

Romero – O parlamentar anunciou como prioridade do mandato a defesa dos direitos dos animais. Ele prometeu apresentar projetos relacionados à causa – a exemplo do que fez quando foi vereador do Recife – e oferecer apoio a abrigos e organizações não governamentais (ONGs) que trabalham na área. Informou, ainda, que irá propor a proibição do uso de carroças e outros veículos de tração animal em todo o Estado. “Vamos defender a vida daqueles que não podem votar.” Também citou a saúde e a segurança pública como bandeiras da sua atuação.

Foto: Breno Laprovitera

Foto: Breno Laprovitera

João Paulo – No primeiro discurso, o deputado abordou a mobilização de lideranças indígenas de todo o Brasil na Câmara dos Deputados, nesta quarta, para reivindicar melhorias no atendimento à saúde dentro dos territórios desses povos. “Os serviços de saúde indígena levam assistência a mais de 5.500 aldeias de todo o País, nos lugares mais distantes e de difícil acesso. Mas isso vem sendo ameaçado pelo Governo Bolsonaro, que propôs a municipalização desse sistema, algo que já se provou não atender às necessidades dessas populações”, apontou.

Foto: Roberto Soares

Foto: Roberto Soares

Doriel Barros – O petista apresentou como pauta do mandato a defesa dos agricultores familiares, base da atuação política dele antes de se tornar deputado. “São mais de 90% dos estabelecimentos e 83% dos trabalhadores rurais de Pernambuco, produzindo mais de 90% do arroz em casca, feijão e mandioca no Estado”, destacou. “Fortalecer e ampliar as condições de produção, comercialização e consumo de alimentos da agricultura familiar é um instrumento de combate à pobreza e de defesa da soberania alimentar não só no campo, mas também na cidade.”