Sertão do São Francisco: Odacy Amorim lamenta despejo de famílias do Projeto Pontal

Em 14/05/2018 - 16:05
-A A+
Reunião Plenária

DESOCUPAÇÃO – Parlamentar relatou ter acompanhado a saída dos agricultores, coordenada por cerca de 300 policiais. Foto: Roberto Soares

O deputado Odacy Amorim (PT) lamentou, em pronunciamento nesta segunda (14), a desocupação do Projeto Pontal – perímetro irrigável em Petrolina da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). O cumprimento da decisão judicial, em uma ação de reintegração de posse, ocorreu na manhã do dia 8. No discurso, durante a Reunião Plenária, ele expôs ainda outras atividades realizadas, na última semana, no município do Sertão do São Francisco.

Amorim acompanhou a desocupação, feita, segundo ele, por cerca de 300 policiais, entre federais e militares. Segundo o parlamentar, foram investidos cerca de R$ 300 milhões no projeto e foi assegurado, em 1996, que cada família receberia um lote de seis hectares.

“Foi triste ver despejadas aquelas famílias, com cerca de 400 hectares em produção de banana, goiaba e macaxeira, e os tratores passando por cima das plantações. É preciso que se dê uma saída honrosa e justa para essas pessoas. Espero que as lideranças políticas de Petrolina que dão sustentação ao presidente Michel Temer possam ajudá-las”, expressou.

Odacy Amorim também relatou sua visita ao 4º Congresso Internacional do Livro, da Leitura e da Literatura no Sertão (Clisertão) e ao Hospital Dom Malan. Ao citar a morte de uma adolescente de 15 anos, grávida de cinco meses, pediu mais leitos para o hospital materno-infantil. No discurso, o petista ainda lamentou a morte, no último dia 10, do ex-prefeito de Terra Nova Pedro Freire de Carvalho e prestou solidariedade à população e à esposa do político, Aline Cleane, atual prefeita do município do Sertão Central.

Em seu pronunciamento, Socorro Pimentel( PTB) também registrou pesar pela morte do ex-prefeito e aproveitou para lembrar o aniversário de 115 anos de Ouricuri (Sertão do Araripe).