Em visita à Alepe, presidente da Unale reforça apoio em defesa da Chesf

Em 20/09/2017 - 19:09
-A A+

UNIÃO – Gestores da entidade propuseram a criação de uma frente regional para fomentar o debate sobre a privatização da estatal. Foto: Roberto Soares

Em visita à Assembleia, nesta quarta (20), o presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), Luciano Nunes (PSDB-PI), defendeu a criação de uma frente com deputados estaduais de todo o Nordeste em defesa da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). A visita da direção da entidade ao Legislativo pernambucano é parte de um esforço em integrar os 1.059 deputados estaduais de todo o País e expandir a competência das Assembleias.

“A Unale está encampando a luta em favor da Chesf, já que tem uma representatividade nacional que pode ajudar a fomentar o debate junto à União sobre a privatização da Companhia”, declarou Luciano Nunes. Vice-presidente da entidade, o deputado estadual Ricardo Barbosa (PSB-PB) também esteve na Alepe e apresentou o manifesto de criação da frente regional.

“Essa privatização é uma medida circunstancial, que não trará redução no déficit de caixa e não observa o impacto social da atuação da empresa. A Chesf é social e economicamente viável, apesar dos seguidos equívocos da política energética nacional”, argumentou Barbosa. Outros dois  deputados paraibanos estiveram na Alepe, João Gonçalves (PDT) e Raniery Paulino (PMDB).

“Foi muito importante receber a Unale em nossa Casa, neste momento em que diversos parlamentares de toda a região procuram se alinhar em combate ao processo de privatização da Chesf”, considerou o presidente da Alepe, Guilherme Uchoa (PDT). “Todos os deputados com quem eu conversei são contra  a privatização. Porém, mais do que ser a favor ou contra, temos que defender o papel da companhia para o Nordeste”, ressaltou o primeiro-secretário da Casa, deputado Diogo Moraes (PSB), que é secretário-geral da Unale.

No Grande Expediente, o deputado Lucas Ramos (PSB), coordenador da Frente Parlamentar em defesa da Chesf na Alepe, parabenizou a Unale por também se mobilizar em favor da empresa. “Alegra saber que podemos elevar nossa voz em uma frente regional para evitar esse grave ato que é a venda de um patrimônio brasileiro”, declarou Ramos. A manifestação recebeu o apoio do deputado Zé Maurício (PP).

Em aparte, Sílvio Costa Filho (PRB), sugeriu a criação de uma frente parlamentar em defesa da pernambucana Copergás. “Temos a informação que o PSB sinaliza uma possível venda da empresa. Sou favorável a algumas privatizações, mas todas têm de ser discutidas com muito cuidado”, opinou. Em resposta, Lucas Ramos assegurou que “nunca ouviu do governador Paulo Câmara qualquer intenção de privatizar a Copergás, que é uma empresa que tem gerado superávits”.

Defesa dos Legislativos EstaduaisO presidente da Unale também destacou a luta da instituição para aumentar a competência legislativa dos Parlamentos Estaduais. “Muitas decisões ficam travadas no Congresso Nacional porque é muito difícil uma lei nacional considerar realidades tão diferentes existentes no Brasil. As Assembleias Legislativas podem ajudar a destravar o desenvolvimento do País”, argumentou Luciano Nunes.

O presidente da entidade defende a aprovação, no Congresso, da Proposta de Emenda à Constituição nº 47/2012, que garante aos Legislativos Estaduais maior autonomia para legislar sobre questões que, atualmente, são privativas da União.